Ir para o conteúdo Ir para o menu Ir para a busca Ir para o rodapé
Amapá

Senac Amapá promove a Semana da Enfermagem 2019 voltada a saúde mental


Por Núcleo Integrado de Comunicação do Sistema Fecomércio AP, em 24/05/2019




O evento reuniu diversos profissionais da saúde, contou com palestras sobre transtornos mentais e apresentação do Centro de Atenção Psicossocial em Macapá - CAPS Casa Gentileza

Aconteceu, na quinta-feira (09) e sexta-feira (10), a Semana da Enfermagem 2019, que teve como tema “Saúde mental na equidade da enfermagem”. O evento acontece anualmente e nesse ano buscou focar nos transtornos mentais. Diversos profissionais estiveram presentes palestrando sobre causas e formas de identificar os transtornos.


O evento tradicional possui o objetivo de desenvolver e aprofundar conhecimentos e despertar novos olhares para os estudantes do curso Técnico em Enfermagem. A temática foi desenvolvida pensando na situação atual do Estado do Amapá, que está com um alto índice de suicídios entre os jovens. A maioria dos casos acontecem em Macapá e as mortes prematuras são de jovens na faixa etária de até 19 anos.


O diretor regional do Senac, José Iguarassu Monteiro, revela que a construção do tema para a Semana da Enfermagem é atual e busca explicar, através de palestras, coisas que ainda são tabu na sociedade e quebrar os preconceitos através do conhecimento. Marcos Cardoso Marques da Silva, vice-presidente da Fecomércio AP, ratifica a importância do Senac estabelecer e promover um diálogo com os alunos e sociedade sobre a saúde e transtorno mental. “O tema foi bem escolhido pela direção do Senac, é atual e importante, porém é pouco falado”, afirmou o vice-presidente.


A Semana da enfermagem contou com o apoio de diversas unidades ligadas à saúde mental, como o CAPS III Casa Gentileza, que promoveu uma apresentação na abertura do evento, mostrando a estrutura acolhedora do local. Danilo bandeira representou a Clínica de Saúde Mental do Hospital de Clínicas Doutor Alberto Lima- Hcal e revelou que o trabalho voltado a saúde mental é desafiador, principalmente por causa dos preconceitos e falta de conhecimento da sociedade acerca das causas que levam ao sofrimento mental. Atualmente, existe uma rede que atende gratuitamente a saúde mental em Macapá, composta por Centros de Atenção Psicossocial- CAPS e ambulatórios que atendem grande parte da população.


Dados de locais de escuta e atendimento gratuito foram divulgados no evento, pois parte da população ainda desconhece a existência desses centros. Alan Mendonça é aluno do curso técnico em enfermagem do Senac há 8 meses e considera importante o tema para que os futuros profissionais da saúde possam assimilar conhecimentos que são fornecidos pelos palestrantes e debater o assunto dentro e fora da instituição Senac.


Ainda no primeiro dia, a programação se estendeu para os colaboradores do Senac. A oficina Depressão: a luta contra os próprios pensamentos, buscou mostrar aos colaboradores as causas e formas de identificação dos transtornos mentais, principalmente voltadas ao ambiente corporativo.


O encerramento do evento, no segundo dia, contou com escutas qualificadas e presença de diversos profissionais da saúde mental que atuam nos CAPS e em outras instituições que tratam de transtornos mentais. Além disso, alunos do curso técnico em enfermagem do Senac ofereceram massagens relaxantes, faciais e corporais aos que acompanharam a programação.


Em caso de dúvidas

Entre em contato conosco.

(96) 3214-4106 / (96) 3214-4107
atendimento@ap.senac.br